terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Sódio

O vilão dos alimentos

O sódio é o ingrediente da vez na pauta das mesas brasileiras que buscam tornar suas refeições mais saudáveis. A questão não se restringe somente aos abusos na hora de salgar os alimentos, mas também aos altos teores que se escondem entre centenas de produtos industrializados. A nutricionista do Spa Med Sorocaba Campus, Aline Von Gal, nos explica um pouco mais sobre os riscos e como evitá–los.


O que é sódio?
Aline Von Gal - Sódio é um mineral presente em diversos alimentos, mas é constituinte principal do sal de cozinha (cloreto de sódio NaCl). É utilizado para intensificar o sabor, equilibra o amargo e acidez, utilizado como conservante e é conhecido como aditivo alimentar mais antigo do mundo.

Quais os riscos para a saúde e para o corpo?
Aline Von Gal - O excesso de sódio aumenta o risco de hipertensão, acidente vascular cerebral, pedra nos rins e causa também retenção de líquidos.

Quais os seus benefícios quando consumidos com moderação?
Aline Von Gal - O sódio participa de funções básicas no corpo, como equilíbrio ácido-base, equilíbrio de água no organismo, contração muscular, impulsos nervosos, ritmo cardíaco, entre outros, sendo então fundamental para a saúde física.

Em quais alimentos podemos encontrar grandes quantidades?
Aline Von Gal - O sódio é encontrado no sal de cozinha, e alimentos industrializados como: temperos, embutidos, enlatados, salgadinhos, molhos prontos, entre outros.

Como podemos substituí-los?
Aline Von Gal - O ideal é não exagerar no sal e eliminar temperos industrializados dando sabor nas refeições com temperos naturais como: alho, cebola, manjericão, açafrão, curry, hortelã e noz moscada.

Quais as diferenças entre sal light, sal marinho e sal comum?
Aline Von Gal - O sal de mesa é basicamente purificado a partir do sal marinho, este tipo de sal contém aditivos como iodetos (usados como suplemento alimentar). Ao ser refinado o sal perde boa quantidade de minerais, e por isso, é acrescido de iodo, que é utilizado para prevenir o bócio (crescimento anormal da glândula tireóide), como uma medida de saúde pública.

O sal light apresenta a redução do cloreto de sódio, tendo como substituição o cloreto de potássio, sendo indicado para pessoas que precisam reduzir o consumo de sódio. Mas cuidado para não exagerar no consumo, o sal light deve ser usado na mesma quantidade do sal comum.

O sal marinho contém uma extração diferenciada, sendo obtido pela evaporação da água do mar, o que o torna mais puro, mantendo seus nutrientes já que ele não passa por processo de refinamento como o sal comum, é mais escuro e seu sabor é menos salgado que o sal comum, mas a quantidade de sódio é a mesma encontrada no sal comum.

Hà alguma restrição para o consumo?
Aline Von Gal - A restrição de sódio é indicada para pessoas hipertensas, e de uma maneira geral para a população como prevenção da hipertensão e suas complicações.

Qual é a quantidade ideal para se consumir diariamente?
Aline Von Gal - O ideal é consumir de 4 à 6g de sal por dia. Já os estudos mostram que os brasileiros consomem em média 12g por dia. Por isso, devemos estar atentos ao consumo excessivo do sódio.


Foto: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário