quarta-feira, 2 de maio de 2012

Não deixe que o frio o proíba de malhar

No inverno o estímulo para fazer qualquer tipo de atividade praticamente desaparece, e a vontade de ficar em casa, embaixo das cobertas é bem maior do que a de enfrentar o frio. Mas para quem procura uma vida saudável e não pretende deixar de lado os exercícios físicos, é preciso superar as baixas temperaturas e enfrentar a academia. Segundo o professor de educação física do Spa Med Sorocaba Campus, José Marcelino, a força de vontade tem que imperar nesse momento em que o corpo desanima. “A disposição cai juntamente com a temperatura, mas se o foco é atingir um objetivo, seja ele de saúde, estético ou performance devemos seguir em frente”.
Alguns mitos que rodeiam a prática de atividades no frio, sendo um deles o aparecimento de maiores lesões, pelo corpo não estar aquecido, é desmentido pelo educador. “As lesões acontecem independentes da temperatura, pois o que faz com que elas não aconteçam é a forma com que iremos começar o treinamento. Algumas pessoas não estão preparadas para fazer algum tipo de exercício, ou então, os começam com uma intensidade alta sem um prévio aquecimento. Ou seja, deve-se começar lento e ir aumentando progressivamente”, explica. A função dos alongamentos também é esclarecida pelo professor, já que a questão tem causado dúvidas. “O alongamento também não está ligado a lesões, pois ele é usado somente para manter ou melhorar a flexibilidade, e não usado para este fim”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário