quarta-feira, 21 de março de 2012

Celulite: Entenda Melhor essa vilã

Um dos grandes obstáculos para se encontrar o corpo ideal é a celulite. Conhecida como a grande vilã da estética, a também chamada de Fibro Edema Gelóide (FEG), é causada pelo aumento e alterações do tecido gorduroso sob a pele em conjunto com mudanças na microcirculação. Esse processo se resulta no aumento do tecido fibroso, acarretando à superfície ondulações e buracos.

A pele com aspecto de “casca de laranja” aparece principalmente nas regiões do corpo mais cobiçados para se alcançar um padrão de beleza ideal, são justamente os glúteos, coxas, e abdômen, causando incomodo para a maioria das mulheres.

Sendo que nove entre dez mulheres apresentam celulite, ou seja, cerca de 95%, o contrário ocorre com os homens, já que neles esse problema é raramente encontrado. É importante lembrar que a Fibro Edema Gelóide não está relacionada com obesidade, pois pessoas com peso indicado também podem apresentar o problema.

Entretanto, é possível medir o nível da celulite, pois ela é apresentada em três estágios, o brando, o moderado e o grave. O brando é apenas percebido pela compressão do tecido entre dedos ou da contração muscular voluntária. Nesta fase não há alteração à dor.
O grau chamado de moderado se apresenta no momento em que há depressões visíveis sem compressão dos tecidos, sujeitas, portanto, a ficarem mais aparentes mediante a pressão dos mesmos, e nesse caso já existe alteração na sensibilidade.

O último estágio é o grave, nesse caso, já pode ser observado quando o individuo estiver em qualquer posição, ortotástica ou em decúbito. A pele fica enrugada e flácida. A aparência é de casca de laranja e a sensibilidade a dor está elevada.

Porém, o desejo das mulheres de amenizar o problema resultou em uma gama de tratamentos que envolvem diversos profissionais, e essas técnicas quando perfeitamente integradas podem proporcionam bons resultados.
Alguns desses tratamentos são:

• Terapia Nutricional;
• Atividades físicas;
• Terapia Medicamentosa (mesoterapia, via oral);
• Eletroterapia;
• Endermologia
• Ultra-som
• Laser;
• Massagens
• Drenagem linfática Manual;
• Tratamento cirúrgico (subcisão)

Dra. Raquel Ginez
Fisioterapeuta especializada em dermato-funcional


21/03/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário