terça-feira, 2 de agosto de 2011

Bambuterapia: massagem que relaxa e embeleza

Uma técnica inovadora de massagem, que surgiu no Brasil há apenas cinco anos, pode atuar de três maneiras diferentes: relaxando, drenando e modelando. Aplicada utilizando o bambu em vez das mãos, o procedimento trazido pelo fisioterapeuta francês Gill Amsallem, tem sua procura aumentando a cada dia.
A fisioterapeuta responsável pela aplicação da massagem no SPA MED Sorocaba Campus, Tamara Martins, explica a vantagem do tratamento em ser realizado com o bambu, e não com as mãos. “A massagem realizada com bambus age como se fosse o prolongamento dos dedos, por isso, dá a possibilidade de alcançar todas as regiões do corpo. Promove um grande relaxamento, principalmente na região dos ombros, onde acumulam-se grandes tensões musculares.”
O sucesso da bambuterapia não é à toa, pois ela pode oferecer diferentes benefícios. “Ela melhora o equilíbrio físico, emocional e energético, pois proporciona um grande relaxamento. Tem efeito de drenagem, ajudando a eliminar as toxinas, e que ainda pode proporcionar efeito modelador, tratando de forma coadjuvante a lipodistrofia ginóide, a famosa celulite, e a gordura localizada”.
O tipo de resultado também depende do que o paciente deseja. “A bambuterapia nos proporciona diferentes formas de trabalhar, por isso é muito importante antes de começar qualquer terapia, uma boa avaliação e saber o objetivo que o paciente quer alcançar”, afirma a especialista.
O número de sessões para um bom resultado pode variar de acordo com o tipo de aplicação da massagem, ressalta a doutora. “Se o objetivo é buscar a melhoria do contorno corporal, modelagem, tratamento coadjuvante para celulite e gordura localizada, o ideal seria de duas a três vezes na semana em dias alternados. Se o objetivo é buscar o relaxamento, 1 a 2 terapias na semana. A massagem não tem contra indicações, e vai da necessidade do corpo em seu estado físico”, finaliza.

02/08/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário