segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Saiba mais sobre a técnica das Pindas Chinesas!




A técnica oriental de massagem chamada pindas chinesas é muito antiga e seus efeitos são tão eficientes que a tradição da massagem perdura até hoje. Após a aplicação de um óleo essencial na pele, há a aspiração do aroma e, em seguida, inicia-se a massagem. Esta, é realizada com saquinhos previamente aquecidos contendo sal e ervas medicinais, que são flexionados e deslizados no corpo.

Benefícios
A massagem alivia dores musculares, relaxa, auxilia no descongestionamento das vias respiratórias, combate a insônia e aumento da auto-estima.

Indicações
A técnica oriental é altamente indicada para quem está vivendo períodos de depressão e estado elevado de stress.

Duração
Cada sessão de Pindas Chinesas leva em média 1 hora.

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Orientações nutricionais para os pais



Nossas nutricionistas, Aline Queiroz e Aline Garrido, deram algumas dicas sobre a alimentação dos nossos pequenos. Confira abaixo:

  • Dê bons exemplos aos seus filhos pelo seu próprio estilo de vida. As crianças costumam imitar os hábitos dos pais;
  • Quando necessária a reeducação alimentar de um dos membros, toda a família deverá participar;
  • Sirva de exemplo e coloque as crianças para se alimentarem junto com os adultos, para que elas possam apreciar todos os alimentos servidos, principalmente verduras, legumes e frutas;
  • A criança deve comer de tudo, sem excesso;
  • Atualmente, recomenda-se a ingestão de 5 porções de frutas, legumes e verduras na alimentação diária. Esta é uma boa forma para se iniciar a mudança do comportamento alimentar da criança e do adolescente;
  • As refeições devem ser feitas em horários regulares e em locais apropriados. Evitar o consumo de alimentos em frente à TV ou computador;
  • Prepare o lanche escolar do seu filho, caso a cantina da escola ainda não esteja oferecendo alimentos nutritivos;
  • Não ofereça sempre o mesmo tipo de comida. O cardápio deve ser variado e colorido;
  • À tarde, incentive a criança a deixar de lado as bolachas e os salgadinhos e explique a elas as vantagens da troca para frutas ou iogurtes. Devemos educar nossos pequenos sobre a importância da ingestão diária de alimentos saudáveis, eles nos agradecerão no futuro;
  • Atenção pais! Evite os vícios alimentares, não faça dos “fast foods” uma rotina na alimentação de seu filho;
  • Fique atento ao consumo de alimentos supérfluos, propagados pela mídia nos meios de comunicação e pela influência dos coleguinhas;
  • Se o seu filho não tem limites, marque um dia da semana para os excessos (guloseimas, refrigerantes, salgadinhos, etc);
  • O comportamento das crianças não deve ser premiado ou castigado através da alimentação;
  • Não ofereça recompensas em troca de prato vazio (dá ideia à criança de que comer não é bom);
  • Não ameace a criança que não quer comer com castigo. Isso aumenta sua repulsa à comida. Haja sem pressão e com calma;
  • Incentive a atividade física, através de brincadeiras como jogar bola, brincar de esconde-esconde, andar de bicicleta, entre outras;
  • Lembre-se que os adultos são os principais responsáveis pela formação dos hábitos alimentares das crianças.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Alimentos Funcionais: de que forma eles podem contribuir para a nossa saúde!




O conceito de “alimentos funcionais” foi criado no Japão na década de 80, fruto de um programa estatal que objetivou desenvolver alimentos saudáveis para a população japonesa que envelhecia e apresentava grande expectativa de vida. Entre os benefícios dos alimentos funcionais estão: a otimização do metabolismo, melhora das condições de saúde pelo aumento da efetividade do sistema imune, promoção de bem-estar das pessoas e, inclusive, auxílio na recuperação de determinadas doenças ou prevenção do aparecimento precoce de alterações patológicas e de doenças degenerativas, que levam à diminuição da longevidade.

Deve ser salientado que esse efeito “funcional” do alimento restringe-se à promoção da saúde geral do indivíduo e ao auxílio no tratamento de certas enfermidades como coadjuvante do tratamento médico convencional e não à cura de doenças específicas, não devendo, portanto o alimento funcional ser considerado como um medicamento.

Os princípios ativos responsáveis pelos efeitos benéficos dos alimentos funcionais são encontrados na composição do próprio alimento, onde os principais ingredientes da funcionalidade desses produtos são liderados pelas fibras dietéticas, óleos de peixe, esteróis de plantas (fitoesterois), minerais, vitaminas, prebióticos e probióticos, entre outros. Alguns alimentos funcionais são o ômega 3 e 6, alho, fibra alimentar, aveia, verduras crucíferas (repolho, brócolis e couve de bruxelas), leguminosas (feijão, vagem, lentilha, soja), vinho tinto, uva, tomate, beterraba, cenoura, espinafre, frutas (caqui, mamão, laranja, limão, acerola) e ovo .  O consumo em excesso desses alimentos não está aliado a um melhor resultado, mas a uma alimentação saudável que todos nós deveríamos ter.


Juliana Cardoso

Nutricionista do Spa Med Sorocaba Campus

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Saiba mais sobre a técnica da Quiropraxia!


A prática surgiu em meados do ano 2.500 a.c, porém só se firmou muito tempo depois. Foi em 1895 nos Estados Unidos, através do autodidata Dr. Daniel David Palmer, que ela começou efetivamente e ganhou autenticidade e credibilidade. Essa técnica atua no sistema neuro-músculo-esquelético através da manipulação e ajuste manual. 


Benefícios

A técnica alivia dores no pescoço, a tensão muscular, problemas nas articulações e até dores irradiadas para os braços e pernas.

Indicação
O método tem como seu maior objetivo abordar todos os tipos de dores nas regiões da coluna cervical, torácica, além da lombar, e trata em especial, os problemas agudos.

Duração

Geralmente, uma sessão ou duas já são suficientes para um bom resultado. No Spa Med, a sessão de quiropraxia pode ser aplicada usando mais duas técnicas: o shiatsu e a reflexologia. Com isso, a sua realização pode durar cerca de uma hora. O intervalo recomendado entre duas sessões é de cinco a sete dias.