Chocolate: Como escolher a melhor opção na páscoa!

O Chocolate é apreciado nos quatros cantos do mundo, e já foi considerado um grande vilão nas dietas por muito tempo, mas hoje estudos comprovam que o alimento apresenta inúmeros benefícios para a saúde. No entanto, na hora de comprar muitas pessoas ficam em dúvida de qual escolher por uma série de fatores como a quantidade de calorias, de açúcar, de gordura, alergia ou intolerância de alguns componentes em sua composição. Vamos esclarecer algumas dúvidas para você escolher e fazer uma compra segura do chocolate que melhor combina com o seu perfil de saúde.

Nesta época do ano o mercado disponibiliza uma enorme quantidade de opções com uma grande variedade de chocolates, mas é importante que cada um conheça as próprias necessidades nutricionais. Para pessoas que não apresentam nenhuma restrição alimentar, podem optar pelas versões com mais de 60% de cacau, pois apresentam menor teor de açúcar e gordura e uma maior quantidade de antioxidantes. Temos também o alfarroba derivado da polpa de uma vagem, seu sabor é muito semelhante ao do cacau e é utilizada para substituí-lo nas preparações, além da ter uma excelente composição nutricional, baixo teor calórico e pouca gordura, não possui agentes alergênicos ou estimulantes como cafeína.Uma outra alternativa sem lactose é o chocolate à base de soja.

As pessoas diabéticas devem escolher a versão diet, pois não contem açúcar. Lembrando que a versão diet não é indicada para pessoas que estão em fase de dieta de emagrecimento, pois costuma apresentar uma maior quantidade de gordura do que os chocolates convencionais, tornando-os mais calóricos. Uma boa opção para praticantes de atividade física é o chocolate a base de whey protein, que auxilia na recuperação de massa muscular. E para quem aprecia alimentos livre de agrotóxicos e agentes químicos o chocolate orgânico possui nutrientes preservados e nutricionalmente superiores aos convencionais. 

Outra dica importante é sempre ler os rótulos e ficar atento aos ingredientes como: açúcar, gordura e sódio. Tudo que está escrito primeiro é o que tem em maior quantidade no produto, mas vale ressaltar que o consumo do chocolate deve ser moderado, devido às calorias!
 
 
Juliana Cardoso

Nutricionista do Spa Med Sorocaba Campus

Comentários